7 de jan de 2010

Palavras

Ouço. Diariamente ouço. Ao caminhar ouço o que me dizem e faço. A palavra é lei.

Falo. Tudo àquilo que devo dizer. Tudo que me é permitido escutar. Tudo que sinto, calo. A palavra é ato.

Não se deve dizer certas coisas , a palavra pode condenar , não fale antes de pensar... A palavra mente.

Mas fácil seria não falar. Viver o mundo com os olhos, com o corpo, com as mãos... Pois tem palavra que assusta. Que corta. Palavra que fere.

Tem palavra que não existe para se dizer tudo o que se sente. A palavra falta.

Tem palavra que junta e que separa. A palavra ausente.

Enfim, tem palavra que a gente não deveria dizer, mas não cala.

Nenhum comentário: