12 de nov de 2010

Confissões

Confesso que tem dias que é mais dificil levantar. O corpo pesa, a alma trava e é preciso inspirar  fundo, fechar os olhos e contar mais do que até três para dar os primeiros passos.

Confesso que às vezes o desespero bate com tal intensidade, que é preciso relembrar como se respira, por que de repente o ar falta e as lágrimas parecem queimar a retina na ânsia de serem libertadas. 

Confesso que nem sempre é fácil caminhar, relembrar que todo passo tem que ser dado um de cada vez, pé ante pé e seguindo sempre em frente, sem pensar. Por que se parar para pensar, um segundo que seja, em tudo que está dando errado, fica muito complicado brincar de Pollyanna.

Confesso que tenho que conter muito, simular sorrisos e me obrigar a ser, minimamente, feliz. Por que é preciso ser feliz! Por que eu não quero e não posso sucumbir a todo o caos. Por que sabe, para as mães não é dada a opção de desistir.

Confesso que ando cansada de mim e imagino o quanto esteja cansando outros por ai, também. Mas é que nem sempre consigo calar, nem ocultar, meus gritos. Mas, juro, eu não queria. Essa não sou eu!

Confesso que queria voltar a acreditar num futuro mais cor-de-rosa. Mas, o máximo que enxergo agora são cores gris...

16 comentários:

Andreia Lica disse...

Patricia...

Tem dias que estou assim, tento ao máximo ser forte e procuro ser feliz, nem sempre consigo é claro,mas eu nessas horas, acabo agradecendo pelas dificuldades e pelos momentos dificeis, pois se as temos é porque somos capazes de superar. Ontem por diversas vezes me questionei sobre a vida e por muitas vezes me peguei desanimada, mas Deus sabe o que faz...e nada como um dia após o outro, hoje os questinamentos e dúvidas ficaram para trás...
"Por mais dificil que seja a situação, saiba que existe uma saída, as vezes elka esta na nossa frente, mas a dificuldade e a tristeza nãonos deixam ver".
Desculpe escrever tanto...me empolguei.

Bjão

Lola disse...

É amiga...como diz minha mãe "Tem dias que parecem noites!" rs O importante é sempre tirar uma lição, nem que seja pequena, sobre esses nossos momentos de vida sombrios!

Bjs

Elis (Coisas de Lily) disse...

Eu só posso te dizer que se precisares de um ombro amigo, de alguém pra te ouvir, de alguém pra enxugar teu choro, podes contar comigo.Não conheço a sua dor, mas amigos não fogem a luta. Conte comigo.
:*

Tays Rocha disse...

Não me canso de te ler, nem que sejam os desabafos, desabafar faz bem, divide o peso... como vc disse, ser feliz é preciso, não sucumbir aos caos também, embora às vezes seja difícil. Estou por aqui, torcendo prá que tudo tome um rumo melhor e sei que logo isso vai acontecer.

Beijos coloridos prá ti ;o)

Glorinha L de Lion disse...

É Patricia, andamos pegando carona no mesmo bode...mas ontem me libertei de uma das minhas amarras... a blogagem ontem mexeu comigo de tal forma que consegui deixar voar uma das borboletinhas agarradas a mim e fiquei feliz da vida! Dei a virada! Agora é viver, enlouquecer, renascer! Espero que tb consiga! Beijos,

San disse...

è minha amiga temos dias nublados... mas temos que ser perseverantes, e ter forças o suficiente pra fazer o sol voltar..., mtas vezes é só uma nuvem depois o sol brilha d enovo bjs

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Qdo a coisa chega a esse ponto, é preciso parar e repensar.
rediagramar a vida, ver o que está pesando tanto. se são as obrigações, as frustrações, os sentimentos, tudo isso misturado...
e começar a fazer uma boa seleção nisso tudo: cortar o que não te serve mais, deixar de lado o que tá te pondo pra baixo, pegar mais forte no que vc quer ou busca. dá trabalho, mas vale a pena, vai te tirar um grande peso das costas.

sei que falar parece fácil, mas tente, nem que seja com pequenas coisas. e pouco a pouco tudo vai ganhando nova ordem e vc se sentira melhor.

bjs e bom dia pra vc

.Intense. disse...

Assino embaixo do Alexandre, Patri - e vc bem sabe que sou da turma do 'desistir'. De tanto ser, sei o quanto é importante que, nessas horas, alguém me diga pra continuar, me diga que é importante continuar, e me faça lembrar que, se consigo identificar as cores gris, é pq sei a diferença delas pro cor de rosa.

Reclame, chie, desabafe, fale o quanto quiser...tudo que fizer passar mais rápido. A gente, tá daqui, pra te ler.

;)
=*

San disse...

tem selinho la blog passa pegar bjs

Nana disse...

Flor, tem dias que tudo é dificil, pior é andar na rua e ver que tem mtas pessoas por ai que não passam por tudo aquilo que passamos, sentimos e lutamos.
Mas a luta uma hora dá certo e começa a trazer frutos, você começará a rir e agradecer a Deus.
Eu sei pq estou passando por isso, passei por momentos criticos e hoje eu sei o tanto que cresci e conquistei.
Você também vai conquistar viu gata!
Bjss e que Deus te abençoe.

Nana
www.mangacompimenta.com

Bel disse...

Pat, hoje sua amiga aqui não está com cabeça pra escrever palavras bonitas que te dêem força, mas no meu coração e nas minhas orações estou com você!

A deprê é um monstro de garras afiadas, não deixa ele te pegar, procura ajuda, amiga. Ajuda médica, que um remedinho faz milagre. Eu não posso ficar sem sertralina, que vou pro fundo do poço. E esse desenho de ver o mundo em tons gris é sintoma de deprê feia. Cuida disso, querida, por favor.

Beijo enorme,

Bel.

Dama de Cinzas disse...

Faz alguns meses que ando me sentindo assim por conta de algumas questões que tem tirado a minha qualidade de vida.

Mas como você disse, precisamos estar feliz, e entedo que isso signifique estar funcionando legal sem jogar o peso de nossas chateações em cima dos outros. Mas nem sempre isso é possível...

Beijocas

Afrodite disse...

Todos temos dias assim,o importante é não desistirmos!
Que passe logo tudo que anda te cansando e que dias felizes se façam presente logo!
Beijo!

Nara Sales disse...

Nossa, querida, você descreveu a si e a muitos outros, inclusive a mim. Que saudade que eu estava de te ler. Beijo

Giuliana: disse...

Paty,

Acho que todos nós compreendemos o que está sentindo, porém não com a intensidade e proporção. Mas espero que essa tempestade passe e que venha a bonança e um futuro mais cor de rosa.

Sinta-se abraçada, bem apertado. E estamos aqui para o que precisar! =]

Beijos.

Manu disse...

Alguns dias não deveriam acontecer, acordar é realmente difícil. Eu passei por um período de depressão severa, q ñ foi mole. Mas hj estou aqui, rindo, levando e sempre aprendendo, sei o que é estar chateada e querer ficar em posição fetal no quarto escuro escutando maria bethania. Aos prantos, claro. E escrever tem me feito tão bem. Sempre fez e hj mais ainda. Escreve mesmo, coloca p/ fora os fantasmas q t assombram, mesmo q alguém não goste, muitas vezes agradar alguém é uma violência a si. Uma coisa que me tras pensamentos muito confusos é a responsa da maternidade. É lindo, mas e o glamour? Fiz um post: http://manudemauhumor.blogspot.com/2010/11/maternidade.html --- onde falo sem muitas chorumelas a respeito dessa maravilha.
E, por experiência própria, grita, chora, mesmo q escondido, reclama, mas não se entrega. Uns gritinhos faz um bem danado! tb fiz um post sobre isso, mas chega de propagandas né? hihihi
Beijos! E estamos aqui, precisando é só chamar. emanuelebia@yahoo.com.br