6 de jan de 2015

Dia 06 - Tempo

Ela que não bebia, nem usava nada que alterasse sua percepção. Alimentava-se da adrenalina do hoje. Vivia cada segundo como se nada mais fosse acontecer no instante seguinte. Ausência de planos e planejamentos. Queria o aqui e o agora com a voracidade dos viciados. E quando a madrugada enfim chegava, trazendo silêncios intermináveis e um tempo que se arrastava sorrateiro pelo rodapé, era o momento maior de sua angústia. Quando percebia, que não era a euforia do hoje que a motivava, e sim o temor de viver o dia seguinte.
Pintura Salvador Dali

Nenhum comentário: