3 de jun de 2011

Censura no #CQC dos Outros é Refresco!

Eu gosto de rir. Gosto de piadas e humor. Ironia e sarcasmos me conquistam. Até escrevo alguns textos  nessa linha. Mas, acredito que humor não é sinônimo de politicamente incorreto. Sinceramente, para mim, é impossível achar graça da desgraça alheia. 

Como rir de piadas que fazem apologia ao estupro - como essa do Sr. Rafinha Bastos que apregoa que estupradores de mulheres feias(?) deveriam ser abraçados!!!!
"Toda mulher que eu vejo na rua reclamando que foi estuprada é feia pra caralho.Tá reclamando do quê? Deveria dar graças a Deus. Isso pra você não foi um crime, e sim uma oportunidade.Homem que fez isso [estupro] não merece cadeia, merece um abraço."
Trecho retirado da Revista Roling Stones 

Ou ainda, piadas que desestimulem a amamentação materna, comparando um ato de ALIMENTAÇÃO e AMOR a um ato de cunho fetichista/sexual?

 Raf: “Por que cargas d'água tem aquela mãe que enfia a teta nas caras das pessoas na rua, véio? Mano, vai prum banheiro, c*ralho, porque a gente olha, não tem como.

Joga um lencinho em cima,” diz um outro neandertal. “Às vezes dá até um constrangimento” [é, o constrangimento é deles! Não das mães com um cara babando em cima delas!]

Raf: “Não precisa tirar aquele mamilo, que mais parece uma, que parece um rocambole. [...][Definição rafística pra mamaço:]Todo mundo lá mostrar as teta. [...] Não pode proibir, é um direito da pessoa [note que ele não diz “da mulher”], mas pô, dá uma protegida”.

Aí vem o outro energúmeno dizer que amamentar é um pretexto, porque no fundo o que a mulher quer mesmo é mostrar os seios. 

Trecho retirado do blog da Lola Aronovichi que no momento está sofrendo ameaças judiciais por parte do Sr. Marcelo Tas, por expor sua opinião através deste post:  "CQC Anti-Amamentação, vai pra PQP"
Ou de piadas que remetam a tragédias da humanidade, ou que sejam claramente racistas, ou homofobícas, ou misóginas etc?
Danilo twittando que entende porque os judeus de Higienópolis são contra a construção do metrô — porque, da última vez que entraram num vagão, foram parar em Auschwitz.
Não dá para rir. E, é preciso falar sobre isso. Não só sobre o machismo que hoje impera na mídia, nunca a mulher tornou-se tão objeto como agora, vide o número cada vez mais gritante de mulheres violentadas e assassinadas nas últimas décadas. Sim, aumentou a denúncia, isso aumenta naturalmente as estatísticas, mas não dá para negar que banalizar através de piadas a violência contra a mulher, também contribui é muito pro aumento dos casos.

Rafinha Bastos não foi o primeiro a fazer "piadas" sobre estupro, outros, talvez não tão "famosos" vieram antes dele, e se NOS CALARMOS, outros se sentirão a vontade para fazer também.

Esse aceitar calado, o esgoto que é jogado na nossa cara, foi o que fez o programa #CQC descer ladeira abaixo. Eu fui uma que acompanhei o programa no seu nascedouro e vi a cada edição, descer um degrau. Hoje já não assisto mais, para mim, está no mesmo nível de Pânico, Ratinho e Legionários - um lixo, que tentam sobreviver através de frases copiadas na net, de "piadas" de caráter duvidoso e falsas polêmicas.

E, por achar que já jogaram demais lixo em cima da gente, que estou convidando a todos que me lêem, fazererm dia  06/06 uma #BLOGAGEMCOLETIVA pela valorização feminina na mídia. No lugar de piadas machistas, vamos transformar o machismo em piada! 

Quem quiser participar, é só deixar nos comentários seu nome e o link do blog, que no dia da postagem publicarei aqui no blog todos os participantes.

E desde já declaro aqui que CONCORDO com tudo que Lola Aronovichi escreveu sobre o programa #CQC e seus integrantes. E, também acho que o grupo tem fala PRECONCEITUOSA, MISÓGINA E MACHISTA e que definitivamente, justificar que isso é humor, é o supra-sumo da imbecilidade!

E já que o arauto da "liberdade de expressão" quer censurar a opinião alheia, percebo que censura no do outros é refresco, não é senhor Marcelo Tas? E sinta-se a vontade de adicionar mais uma no processo!


Update: Uma rede formada por mulheres que são ou não mães, criaram uma blogagem coletiva na Defesa da Amamentação em público - neste blog http://redemulheremae.blogspot.com/ você poderá saber mais como participar!

25 comentários:

Talita disse...

Adorei o seu post!
Tá rolando uma blogagem coletiva já, e já tem gente contra ela também, pois acham que a Lola só quis aparecer e só foi uma piada.
Mulher achando isso.
Eu tô achando isso tudo tão estranho... em que mundo eu vivia que achava que amamentar era normal? Sério, eu não sabia que gerava essa polêmica toda!

Beijossss

Celina Dutra disse...

Patrícia,

Onde eu assino? Concordo com tudo nesse brilhante texto!

Beijo

Celina Dutra - colheitadegirassois.bogspot.com

Lola disse...

Oi amiga!

Vi o texto da Lola e tantos outros a favor e contra CQC, piadas estrúxulas e comentários diversos e te digo: rir é maravilhoso mas tem coisas que não tem nem sentido pensar em rir, quanto mais fazer piada. Essa chacota sobre o estupro me deixou mais que indignada! Violência agora é motivo para gargalhar? Então vamos rir do índio Pataxó que foi brutalmente incendiado em Brasília, lembra? Afinal, como nós mulheres, índio também é "raça inferior", não é? Affão! Pode contar comigo! Vou literalmente FODER os machinhos de plantão! hahahahaha

Bjs
http://entreinosenta.blogspot.com

Fernanda Reali disse...

Oi, Pat!

Eu concordo contigo que o CQC tem tem uma pspostura PRECONCEITUOSA, MISÓGINA E MACHISTA, adorei o texto da @escrevaLola, mas não vou participar da blogagem coletiva.

Apesar de ser um programa que foi piorando a cada episódio e de os seus integrantes terem se idiotizado à medida que a fama aumentou, eu sou a favor deste tipo de humor e de todos os outros.

Não gosto de censura, nem a que o Marcelo Tas quis impor à Lola ameaçando-a com processos, nem à censura que quer policiar as piadas de mau gosto do CQC.

Quem não quiser ouvir as piadas toscas deles, não clique no youtube e não os assista na Tv.


beijooo

Lilian Britto disse...

Sabe o que eu estava pensando e até comentando c minha filha? Como de repente levantou-se um movimento contra as mulheres. Dá medo de voltarmos aos tempos em que tudo era proibido para as mulheres, éramos impedidas de votar e até mesmo de falar em público sem a autorização dos homens. Participo da blogagem com toda a certeza ;)

Lilian Britto
http://doceinsensatez.com/blog
@morenalilica

Raquel Ramos disse...

Concordo com cada palavra aqui escrita.
LIBERDADE DE EXPRESSÃO x CRIME.
é preciso identificar essa linha tênue.

Raquel Ramos
@queelramos

Luci Cardinelli disse...

Pode contar comigo!!

beijoss

Kelly disse...

Poxa é verdade mesmo, os ditos programas de humor estão baixando nível. É lamentável que não seja possível fazer um humor saudável sem ter que menosprezar ninguém!!!
beijos

Mara disse...

Por isso gosto de você, Pat! mulher de atitude!
Pode por meu nominho aí embaixo.

Vanessa disse...

Patricia, essa linha de humor dá ibope, o que é uma pena e demonstra o quanto ainda temos que caminhar. Eu não até que ponto um movimento que fale do CQC na blogosfera pode ser interessante para nós. Acharia melhor se todo mundo deixasse simplesmente de falar neles , como se não existissem. Seria melhor e os atingiria mais. Adotei uma politica há tempos, dar unfollow em todo mundo que me manda RT desse pessoal, e outros.

beijos e meus respeitos por vc ter entrado nesse debate com tanta verdade.

Bianca Lanu disse...

Olá, prazer!

Edito o Blog Parto no Brasil e na quinta tb comentamos a respeito desta falta de educação e valores, segue o link:

http://partonobrasil.blogspot.com/2011/06/derrama-o-leite-bom-na-minha-cara-e-o.html

Será um prazer estarmos inclusa, pq teta é tudibão!

Viva nossas devinas tetas!

Déborah Gérbera disse...

Não suporto esse machismo arcaico e estou achando ótimo essa polêmica toda pois sempre fiquei falando sózinha, ouvia que isso não existia e que eu que era atrasada com essas ideias! Agora está escancarado, que bom podemos lidar de frente com as questões que nos envolve e não mais ficar a deriva sofrendo com as intempéries do preconceito.
Estou dentro da Blogagem coletica:
http://deborahgerbera.blogspot.com

bjs

♥Ana Paula♥ disse...

Adorei o texto super inteligente e pode contar comigo também. É umapena ainda existir programas assim, e sinceramente, não consigo ver um basta para isso, pois até hoje existe aquela porcaria, desculpe o nome, do Pânico. Eu não consigo acreditar que tem gente que ainda curte aquilo, é triste ver o que fazem com aquelas "garotas" do programa e o CQC está indo ou já está, no mesmo caminho. TEm que dar um fim nesses programas estúpidos que podem influenciar nossos futuros filhos, netos, etc...

Beijinhos e tudo de bom.

ARTE EM CASA -Aninha Cavallari disse...

Estou nessa , vamos agitar a blogesfera e mostrar que ser mulher e' ser alguem que pode mudar sim e pra melhor tudo ,eu Ne pergunto sera' que eles CQC Nao foram amamentados ? Que vergonha deve ter as mães deles , eu teria .

Pri Kiguti disse...

Patrícia,
sabe quando o homem parece que atingiu o seu grau máximo de evolução, aí ele começa a destruir e retroceder?! Então, acho que isso que está acontecendo!
Tb tenho medo disso tudo e dessas idéias que correm soltas nas entrelinhas!
Tb adoro humor, mas como vc disse... O humor inteligente do início desse programa, não esse imbecil!
Um beijo!
^^

RMR disse...

Olá!
Concordo com vc que o Rafinha foi infeliz na colocação dele sobre o estupro, mas sinceramente quanto a amamentação, sou obrigada a concordar com ele.
Realmente não custa cobrir o seio enquanto se está amentando, é uma questão até de se preservar.
Outro dia uma mulher passou por mim na rua dando de mamar ao filho (que diga-se de passagem já devia ter perto de 2 anos de idade - nada contra a amamentação a essa idade, mas será que era necessário fazer isso no meio da rua?)
Acho, sim, que a mulher deve ter o direito de amamentar seu filho onde estiver, mas se preserve e cubra algo que é tão íntimo.

Até mais.

Bel disse...

Pronto, meu post já tá no ar.

Leia, eu deixo! O meu MAMAÇO é virtual http://bit.ly/kVx3tb

Mas o que me dói é a PESSOA (homem ou mulher) achar que os "meninos do CQC" têm o direito de dizer a merda que quiserem na TV, pra todo mundo ouvir, mas as mulheres precisam "se preservar" porque é "algo tão íntimo". E essa de "quem não gostar não assista" é igual a "não gosta de ver mulher amamentando, não olhe". Ponto final.

Ah, e a gente se expressa também porque... "porque não não é resposta", lembra?

Beijooooo

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

pessoal perdeu a mão no que é pra rir e não é pra rir. e não vi piada nos textos dos dois CQCs e sim vi apenas ofensas.

uma pessoa que acha que estupro é engraçado, que o holocausto é divertido a ponto de encaixar em piada, o que comentar disso?

piada não é assim... isso é apenas apelar, ofender e enfiar na goela preconceitos, machismo e ignorância.

enfim, são os perfis mais seguidos do twitter, comandam um programa que se diz de humor "inteligente", então...estamos perdidos

Marcelo Daltro disse...

Ao lançar o álbum Nevermind do Nirvana, Kurt Cobain foi questionado sobre a imagem do bebê nu na capa, porque poderia remeter a algo sexual, e ele respondeu que só um doente mental veria algo de sexual em um bebê nu. Completo o pensamento dele afirmando que só uma pessoa doente também vê algo de sexual em uma mulher amamentando, e acha graça em piadas que falam sobre estupro e holocausto. Não sou a favor da censura em nenhuma espécie, mas concordo que para tudo na vida há um limite, inclusive para o humor e aquilo que você diz.

Sonia/sbspsp disse...

Não tenho muita facilidade para encontrar as palavras certas, mas participarei da blogagem coletiva.
bjs
Sônia
www.ladytrico.blogspot.com

Macá disse...

Patrícia
Confesso que assito o programa CQC. Não gosto de tudo não, mas gosto de muita coisa, principalmente por ser um programa diferente de todos os outros. Não gosto quando exageram em muitos fatos e também odiei quando vi esses comentários do Rafinha e alguns do Danilo Gentili. Não sabia desse caso com a Lola. Processo? Nossa!
Vou lá ler o blog dela tá?
abs

Iara disse...

Querida Patricia, segue meu link da postagem sobre esse absurdo.
espero que nossa união tenha resultado.

http://www.iarapoesias.com.br/2011/06/onde-mamaram-esses-imbecis.html

beijos

Rosana disse...

adorei seu post parabéns
bjs

Vania disse...

Como leitora posso dizer q esse ser é um bossal...!!!
Graças a Deus na minha casa nem pega direito este canal...não dou ibope p/ este tipo de humor,aliás,que humor? Isto é um tremendo "mal" humor!!
Sou extremista sim,NÃO BATO PALMINHAS PRÁ MALUCO DANÇAR !!!
Ele precisou disso,prá se achar o f...,caso contrário teria q se reinventar...
Po isso e muitas outras coisas mais q este país está uma baderna,valores invertidos q fazem sucesso,por mim,irá morrer na praia,sem lenço e sem documento !!!
Para aparecer muitas pessoas serão contra este repúdio...lamentável,é o ser humano querendo pegar carona ´no mal feito,TAMBÉM TENHO MEU DIREITO GARANTIDO POR LEI,para expressar meus pensamentos e tudo mais...
Irei acompanhando ao longo do dia as postagens nos blogues !!
beijo.
Desculpe o tamanho do comentário...

Mariana disse...

Eu gosto muito do humor, mas sempre tem que haver respeito pela outra pessoa.
Uma vez num programa de TV fizeram uma piada com delivery em higienopolis que foi de mal gosto.