27 de mar de 2011

Vida, (im)Perfeita Vida!

Amores não são criados em um laboratório. Nem tudo é exatamente do jeito que gostaríamos que fosse. Ambientes controlados geram cobaias infelizes presas em cativeiros imaginários. 

Impossível voar com algemas nos pés. E o que aconteceu. Os cortes dolorosos que um dia sangraram seu peito, não devem ser guardados em cristaleiras como lembranças daquilo que dói. A vida é mais que cicatrizes escondidas. Até porque elas sangram sempre que você as descobre... 

Impossível alcançar o mar se não quiser pisar na areia... Molhar a ponta dos pés nas águas, flertando com o desejo de submergir nas ondas? A vida é mais que medos podando aquilo que possa ser. É preciso correr na areia, afundar a cada passo, sentir-se tragada na sensação plena e se jogar nas gélidas águas. Mergulhar. Sentir-se afogando, o ar saindo do peito, a morte... pequena morte, como os franceses chamam o orgasmo...

Impossível viver o hoje se o ontem insiste em te fazer prisioneira, como bolas de ferro nos pés. É preciso acordar com o amanhã na alma, o talvez nos olhos e a certeza absoluta de que nada se sabe, para tentar construir o novo. 

Fantasmas existem para ficarem ocultos nas cortinas e não para te enevoarem os sentidos e criar maresias em seus olhos e coração.

Viver não é simples, minha criança, e tolo é quem diz que é. É dolorosamente complicada, a felicidade é quase uma utopia, mas existe! E, em alguns momentos, se permitirmos e esquecermos os esqueletos no armário, seremos capazes de sentir seu sopro... Pequenos momentos que servirão de alento e nos impulsionaram para frente, ansiando pelo próximo contato...

18 comentários:

Simone Aline disse...

Que lindo post, Patrícia! "...a certeza absoluta que nada se sabe..."
Sábio conselho!
Bjks e boa semana.

Adriana Balreira disse...

Uau... Me emocionei e amei!!! Lindo o que você escreveu. Vou por em prática e guardar e ler sempre, para nunca esquecer que os fantamas temos que marter sempre longe para sermos felizes.
Parabéns!!!
Amei mesmo, tava precisando ler isso!!!
Adriana Balreira

Fernanda Reali disse...

Lindo, Pat!!!

Manda pro concurso / livro de contos da @elainegaspareto,mandaaa!

Afrodite disse...

Eu acho a vida simples,o que (e quem)complica é o ser humano!
Beijo!

Nara Sales disse...

Viver requer ousadia!

Giuliana: disse...

Oi Paty,

Lindo! =)

Como diz a música do : "Nem tudo é como você quer, nem tudo pode ser perfeito, pode ser fácil se você, ver o mundo de outro jeito".

Se tratando de amor, de felicidade, da vida, é bem por aí, mas não quer dizer que não possa ser melhor do que imaginamos.

Beijos.

Lufe disse...

O proprio nome do se blog diz tudo....
Quem dera ter um manual para ela, que nos ensinasse a sermos certinhos sem nos engessar.
A viver o hoje sem o peso do ontem e a expectativa do amanha...
Mas tudo que se consegue com dificuldade é mais gostoso, a felicidade é assim....
Ninguem é feliz de graça.

bjo

Dona Amélia disse...

Tua escrita sempre me emociona, Pat... E quero muito ver um conto teu no concurso da Elaine, viu. Ainda ando decidindo qual dos meus pouco vou selecionar e tomar coragem p mandar! rs

Xêros
Paty

A Cara da Mãe disse...

Concordo... Amor sem liberdade é insegurança disfarçada de afeto.

;)

Luci Cardinelli disse...

Querida amiga, desejo que os momentos de felicidade povoem cada vez mais sua vida.

beijoss

Renata C., UMA EXPATRIADA (esposa, mae, mulher...) disse...

Patricia, certamente ja' estive aqui antes... mas vou e volto com tanta distancia... queria mais, mas ainda me perco em tanto que ler pela Blogosfera... tu nem me conheces, provavelmente, ma te faco um pedido de LEITORA, E DE LEITORA QUE QUER VOLTAR SEMPRE QUE VC POSTAR ALGO NOVO: POE FEEDBURNER (o proprio BLOGGER agora ja' tem um GAD facinho de instalar): pra eu e "todo mundo" podermos receber as atualizacoes por email... poe?
;-)

Patrícia ♥ disse...

Que lindo esse post,
escreve muito bem, Parabéns! *-*

estou seguindo, retribui?

beijoos
http://pathyoliver.blogspot.com

Patrícia Lerbarch disse...

Guardar e esquecer os esqueletos, os fantasmas, as dúvidas, a ansiedade... eis o segredo.

Bjo, sempre ótimas reflexões.

Joart Flores disse...

Lindo esse texto!
Escreve um livro, via!
Parabéns, mil vezes!
Estou amando ler seus textos. Pena que te descobri só agora... rs
Beijinhos, com carinho

Matheus Farizatto disse...

Olá, Paty! Como vai?

Estou passando para dizerque seu blog para o "Selo Stylish Blogger Award".

Se quiser o blog reconhecido por esse selo, é só seguir as instruções no link abaixo, no post referente a indicação.

Espero que se divirta!
Obrigado.

Link
http://virandojornalista.blogspot.com/2011/03/publicidade-cabeluda.html

Monica Loureiro disse...

Achei terapêutico este Post !
Você escreve muito bem...

Nandinha... disse...

Se a gente se contem, a via acaba nos empurrando... é preciso sempre enfrentar sem medo... mesmo que porque não se pode prever....

bjus

A FADA DAS AGULHAS disse...

Que lindo amiga!Me emocionei!Parabéns!Desejo que a felicidade esteja sempre presente ao seu lado.
Um beijooo

Simone Souza