5 de mar de 2011

Sobre Ser Mulher:

Ah, é uma menina... menina não usa azul. Menina não brinca de carrinho. Comporte-se como uma menina! Pare de andar com esses moleques, você é uma menina! Isso não é coisa de menina. Não fale palavrão. Feche as pernas. Penteie esse cabelo. Você não pode chegar tarde!

Ah, mas ele é menino, ele pode. Não fale assim perto dos garotos. Vá lavar a louça. Já varreu a casa? Deixa minha filha, que mulher sofre mesmo. Pra ficar bonita tem que sofrer. Ajude seu irmão a arrumar o quarto. Não, você não pode ir na festa com seu irmão! Ta querendo ficar mal falada? Eu sei que seu irmão já está namorando, mas você é menina ainda!

Essa roupa está muito curta. Com essa blusa você não sai. Seu irmão disse que você andou beijando um menino lá no colégio! Imagina o que as fofoqueiras vão dizer. Isso não é profissão para mulher. Isso não é comportamento de mulher. Parece até homem. Vai ficar dando em cima dele? Quer parecer uma vadia? 

Quando casar passa. Tudo bem que queira trabalhar, mas é o casamento, fica aonde? Você precisa arranjar um marido. Tá nervosa assim porque tá precisando de um homem. Como você não pensa em ter filhos? Mulher no volante, perigo constante. Mulher não é bicho confiável. Agora que ela casou, sossega. Olha esse conjunto de panelas que comprei de aniversário para você. 

Mulher é fresca mesmo. Mulher é forte. Mulher é frágil. Mulher é única. Mulher tem um dia só para ela. Mas, eu não gosto de ter um dia internacional em minha defesa. Não enquanto perpetuamos frases que nos marcam como gado. A mudança não se faz em um dia, mas cotidianamente. 

6 comentários:

Tays Rocha disse...

Te entendo, concordo, pensamos da mesma forma, há um tempo atrás, postei no meu blog sobre isso de se ater a datas, odeio. Quer me homenagear? Simples... me respeite todos os dias, me ajude, colabore, se faça presente, não solte da minha mão, me trate como IGUAL. E assim eu penso de todas as datas comemorativas, dia das mães, pais, namorados e etc... puramente apelo comercial. Espero um dia poder ver a sociedade tratando a mulher com mais respeito e menos preconceito, em vários aspectos. Beijocas amiga ♥

sindro disse...

Oi Adorei o texto, gostaria que conhecesse o meu blog de textos, agradeço desde já a visita, obrigado.

Aline Monteiro disse...

Perfeito, Patrícia!
Mais uma vez...

Bjo

BECA disse...

Lindo texto e finalizou lindamente!
Bj

Leticia disse...

Paty
Adorei o texto... verdade verdadeira. Eu sempre fui contra tudo o que me colocavam como verdade! Acho que sempre gostei de romper... rsss. Quando era mais nova, usava cabelo curto, jogava futebol, brincava com os meninos... fui trabalhar em obra (durante 1 ano, fui a única mulher no meio de 100 homens).
O melhor elogio que recebi foi da minha irmã, no dia da minha apresentação de ballet (a primeira): "irmã, vc é assim surpreendente, vc não tem limite, faz o que tem vontade e consegue"... seja mulher ou seja homem! Fiz muita coisa que meu irmão não fez... e tenho orgulho disso!
Feliz dia da mulher atrasado!
Beijos
lelê

Matheus Farizatto disse...

Nossa, Paty!
Um MURRO na BOCA e no estômago.

Muito bom. PARABÉNS.
Triste, porém, real.

O povo é mesmo um PORRE com as mulheres. Bjo