18 de jan de 2012

Considerações Finais

Antes que você torça o nariz e diga, ah, é sobre o BBB, atente que:

a) Estupro é crime em qualquer lugar;
b) A violência contra a mulher está crescendo e o acontecido só reflete o que acontece diariamente, mas como nem sempre vem a público, a gente finge que não está acontecendo.
c) Embora tenha sido no BBB, isso também é do seu interesse!

Esclarecido os fatos, vamos ponderar:

1) Porque o clima derrotista? A gente viu um crime, a gente gritou, se recusou a aceitar o "Amor é lindo" de Beal e bem, a emissora teve que se explicar e retratar: pra polícia, pra a gente que paga esse programa e para a sociedade. O participante acusado teve que sair etc

Vocês esperavam o quê? Que o programa saísse do ar? Que o Dono no Jogo viesse a público e ajoelhado pedisse nosso perdão? Bem, eu nunca esperei isso. Na verdade, esperava até muito menos do que aconteceu, só saber que a emissora teve sua credibilidade arranhada, perante a sociedade e os patrocinadores, que mostrou que ninguém ali dentro, por mais que queira é Deux e está acima das leis da sociedade, e mais, que nós aqui fora, estamos de olho e se gritarmos de maneira correta e em uníssono podemos sim, mudar muita coisa!

2) Eu vi o vídeo, não sei se Monique viu ou não, e ouvi o áudio que vazou, e bem, prefiro acreditar em meus olhos e na frase dita pela participante, quando não ao lado de quatro advogados da emissora: - "Se ele fez sexo comigo dormindo, ele é um mau caráter". 

3) E só para falar um pouquinho sobre Monique: Sim, ela é uma mulher com vida sexual ativa, gosta de beber e não tem muito controle sobre isso e dai, eu pergunto: E dai? Ela continua dona do seu corpo e só a ela cabe decidir quando, onde e com quem. A partir do momento em que está em estado alterado de consciência - no caso, bêbada, alguém se utilizar disso para fins libidinosos, é errado! 

O mais importante de Monique não é seu comportamento, mas que assim como estava inconsciente durante o ato, ela continua inconsciente dos seus direitos como mulher. Sabe, existem muitas mulheres, como Monique, que estão acostumada a ser objeto e é difícil mudar esses padrões. Ainda mais se você está dentro de uma casa, cercada de câmeras e vinculada a um contrato que entre as muitas cláusulas existentes, diz que é dono e detentor vitalicio de sua imagem.

4) Monique foi prestar depoimento na policia acompanhada de quatro advogados da mesma emissora que permitiu que o abuso acontecesse. Nem sua mãe, nem seu agente ou advogado estiveram presente. Isso é significativo pra mim, pra vocês não?

5) Continuo afirmando que houve dois crimes e um comportamento inadequado neste episodio: um possível estupro por parte do participante, uma omissão de socorro por parte da equipe presente que gravou e até escreveu que a "loira não se mexia" durante o ato e por fim, a manipulação dos fatos com o objetivo de abafar o acontecido, onde transformou-se um possível estupro num romance, referendado pela frase do apesentador que o "Amor é lindo".

6) Mayara também denunciou que foi molestada pelo participante. Ela estava sóbria, ele estava sóbrio e no entanto, esse episodio foi esquecido. Porque ela não foi ouvida antes do ocorrido com Monique? Por que ela não foi ouvida após o acontecido com Monique? Por que a emissora insiste em fingir que esse episodio não aconteceu?  

7) Que todo esse triste e deplorável episódio sirva para mostrar que: Não importa a roupa que eu vista, não importa que tenha bebido todas, não importa se te dei ou não condição antes, O CORPO É MEU! E só a mim cabe decidir se quero ou não que me toquem. 

8) Por fim: 
a) Sexo com bêbado pode ser considerado estupro, se a vítima não tiver condições de decidir se quer ou não. 

b) Assistir um possível crime, tendo condições de impedir, também te transforma em criminoso.

c) Que por mais que a emissora queira, ela é uma concessão, é como tal, tem que ser fiscalizada e questionada o tempo todo, por TODOS NÓS, os verdadeiros donos dela.   

8 comentários:

Georgia disse...

Patricia, isso é seríssimo.

Infelizmente nao vai dar em nada, como tantas outras coisas que acontece no Brasil.

Lamentável que o ser humano chegou a este ponto. Lamentável que uma emissora do porte da Globo, compactue com algo assim sem interferir. Culposo, todos deveriam ir para a cadeia.

Abracos

Ana Paula Santiago (inventandocasa.blogspot.com) disse...

Onde eu assino?
Adorei o texto e tb penso exatamente assim.
Bj

Clau Finotti disse...

Oi Patrícia!

Código Penal é o mesmo em qualquer lugar do país, seja no BBB ou fora dele. Quem não gosta do programa mesmo assim não pode ignorar. Acho que é a decadência da atração, sinceramente.

Antes era divertido, a gente ainda tinha a ilusão que o público decidia pelo que tinha mais carisma, etc, etc... mas depois vai ficando chato e vc vai vendo que a falta de escrúpulos pela busca de audiência e dinheiro dos patrocinadores superar qualquer limite do aceitável. Antes os participantes iam se desgastando la´dentro pela convivência e acabavam por fazer altos barracos. De uns anos pra cá incitam as brigas, daí perde a naturalidade e também acho que é jogo sujo da parte da produção.

A menina pode ser piriguete do tanto que for, mas se foi consensual como ela agora disse que foi, então o que justifica a expulsão dele? É meio incoerente, né? Se foi consensual não seria então nada demais, porque isso vive acontecendo no programa, bastava então chamar ele de volta e aclamar o novo vencedor do BBB12, porque aí as coisas se inverteriam, com certeza, de acusado passaria a ser vítima.

Ah, como eu tô faladeira hoje.

Beijos.

Clau

AUDENI OU Dona Mocinha disse...

Oi Patrícia, tudo bom?

Não dou o direito a ninguém de encostar a mão em mim, agora se estamos entre 4 paredes, fazendo carícias e mão naquilo e aquilo na mão, perai, com certeza não é um convite para ir rezar né?

Se o rapaz fez sexo com ela dormindo, deve ser castigado sim, mas a "santa" não pode também passar impune.
Vemos hoje a banalização da vida, do sexo, das drogas, hoje tudo é "normal", EU com 40 anos poderia ser até mãe desta garota, ficaria muito envergonhada em ver uma filha minha bebada de perder os sentidos e ainda declarar que "fizemos carícias, teve aquilo na mão e mão naquilo", ah ...

Álcool e sexo não é uma fórmula somente da Globo, na última Fazenda a Joana Machado caiu no chão de bebada, com uma microsaia e de pernas para cima, parece que a fórmula gente bonita, álcool e sexo dá Ibope, acho abominável, tem um monte de crianças e jovens se espelhando e achando normal o comportamento.

Falta educação, aquela que começa em casa, menos psicologia e mais educação principalmente com esta garotada!

Ah, não sou evangélica, nunca fui santa, diria até que namorei muuuuito, mas nunca cai de bebada ou fui estuprada!


Beijos



Audeni

Dani Pivatelli disse...

Simplesmente assino embaixo!
Muito bem colocado!

E como eu cheguei a dizer no Big vício BBB,importante este assunto vir à tona, pq é um tipo de coisa q acontece sempre e não se dá a mínima.
As pessoas ficam mais preocupadas em julgar a vítima, se é do tipo fácil ou santa. Até mesmo em estupros em que há grande violência às vezes aparece um infeliz p/ fazer esse tipo de comentário maldoso.
Não importa quem é a vítima, importa que se não seu consentimento, em condições de fazê-lo, é estupro e ponto!

José Francisco disse...

Estava bem alheio ao fato, mas quando tomei conhecimento, senti-me enojado. Ainda bem que há um certo tempo não prestigio com minha audiência essa emissora. Uma vergonha que, se não tiver gritos unissonos de toda a sociedade, vai terminar em nada.

Dj Romeu Araújo disse...

De fato se todos os aspectos que envolvem o assunto estiverem de acordo com o que acabo de ler, não tenho nem o que pensar e dar a mão à palmatória.

Roberta Bortoluzzi disse...

Oi amiga, adoro teu blog sempre tem coisas lindas por aqui,estou aqui também para informar o novo endereço do meu blog, para você não deixar de me visitar , já que para a mim a sua visita é tudo de bom,beijokas...
http://titacarre.com
http://agulhaetricot.com
http://titacarre.elo7.com.br visite minha loja tb e deixe sua opinião sobre meus produtos.