13 de fev de 2011

My Reality 3

Dai que My Reality mudou de temporada, começou prometendo mudanças de enredo, premiações e etc. Mas, acho que não devia estar rolando muita audiência, porque a linha dura voltou com tudo e ultimamente, a roteirista (já falei que deve ser mulher, estar de TPM e certeza AB-SO-LU-TA, está fazendo dieta) resolveu botar para quebrar.

O bom disso tudo, que descobri que o problema não foi 2010, afinal, 2011 já está ai e a vida continua com suas pegadinhas. Com isso desconfio, o problema sou eu, que com certeza, além de fazer striptease na Santa Ceia, colocado pimenta no Hóstia e pó de mico no Santo Sudário, comi a pipoca de despacho e apedrejei o urubu que cagou na minha cabeça, por que, nê? Só isso para justificar...

13 comentários:

Maraguary disse...

KKKKKKKKKKK!!!! Somos duas, minha fia, somos duas...

Andreia Lica disse...

Paty,

Acredito que Deus nunca nos dá um fardo maior do que podemos carregar, mas creio tbm que nosso fardo tende a ficar mais pesado devido a nós mesmos. Explico, será que não há dentro de vc um sabotador que sabote algumas coisas, por exemplo, quando alguém fala algo, o sabotador te tampe os ouvidos e faça vc ouvir só o que quer? E ai vem a boca e fala o que não quer? Contribuindo também com o sabotador?

Creio que não é fácil reconhecer erros e defitos nossos, porém posso garantir que eles existem. Falo isso com propriedade, pois eu tbm passei por fases em que achava que o mundo a minha volta era escrito para os outros e não para mim, porém decidi que podia e queria mudar, pois este mundo em que eu vivia não era meu, era um mundo em que eu achava injustiça em tudo , mas nunca havia parado para pensar que de certa forma era eu mesma quem causava algumas coisas, é claro que não tudo, mas quando decidi me olhar por dentro, tive que tirar a teia de aranha de muitos lugares, limpar outro e formatar a máuina que utilizava, no começo é dificl não repetir velhos habitos que me acompanhava há muito tempo, porém, hoje sou mais ágil, menos estressada e mais feliz. Claro que tenho milhares de problemas, mas sei que podem ser solucionados e quando chegar a hora serão. Mas não deixo mais que a minha vida seja um reallity escrito por outras pessoas, ele é escrito e revisto só por mim. Mas ajo com cautela e tento sempre me colocar no lugar do outro antes de agir, assim tento não magoar para não ser magoado.

Não tenho a intenção de dar palpite na sua vida, longe disso, só escrevo o que consegui analisar neste pequeno post.

Desculpe a carta e a franqueza.

Pense nisso

Eliene Vila Nova disse...

Amiga é assim mesmo as vezes a vida enrola e nós acabamos complicando ainda mais,só que tenha fé em Deus,siga firme e esqueça esse urubu,rsrs
Te adoro
Beijos

Dona Amélia disse...

Que bosta, hem... ;o(
Porque será que as coisas boas têm q vir assim, em dosagens de conta gotas.. ;o(
Mas força no picumã, mana, que uma hora a dona Louca da TPM maldita há de se cansar...
Tenho fé, do contrário mordo meu próprio pé! rs

Xêros
Paty

Iara disse...

Amiga a vida também tem sido meio estranha comigo nos últimos tempos, mas sabe (não quero dar conselhos, longe de mim), resolvi chutar alguns desafetos, esquecer alguns problemas, e quando fico muito triste paro um pouco e penso somente nas pessoas que realmente sei que gostam de mim, e principalmente nos meus filhos, e assim tenho vivido, o que eu sei que não posso resolver hoje, tenho deixado sem medo e sem culpa pra amanhã. E tenho tentado seguir algo que minha mãe falava com muita propriedade. "O que não tem solução, solucionado está." E claro tem dias muito difíceis, outros nem tantos e tenho construído também dias maravilhosos. Creia amiga, a vida pode ser estranha às vezes, mas quando ficar muito estranha, chuta o balde, da um tempo pra cabeça e bora, ri um pouquinho.
Bjks

Cintia Branco disse...

Patrícia,


kkk, adorei o striptease na Santa Ceia. Amiga, você está parecendo eu, puro drama. Mas a coisa um dia tem que melhorar, é no que eu me apego.
Beijos e grande semana

Kelly disse...

Poxa Patrícia as vezes eu me encho de escrever tanta reclamação no blog, queria ser como as pessoas que parecem que não tem problemas, lendo seu post vejo que não sou a única.
Me sinto constantemente num reallity ou então numa pegadinha, e vivo torcendo pra alguém me dizer que é mentirinha e era só uma pegadinha pra TV!!!!
Vamos viver esperando melhorar, não tem outro jeito não...beijos

Lola disse...

Meninaaaa! Tá foda é? Lembra da música da Rita Lee, minha musa superior: "Desgraça pouca é bobagem!" hehehehehe
Eu tô rindo porque já passei por essas, de coisas ruíns acontecerem em seguida, por várias épocas na minha vida. E não deixei de me revoltar não. Por isso te entendo muito bem! É por essas e outras que falo: Ô justiça divina! Tira a venda dos olhos, please!

Bjs

Luci Cardinelli disse...

SEi que me acham Poliana, mas é por aí, as coisas sempre poderiam ser piores, não é? Se Deus quiser as coisas vão melhorar e vc vai fechar 2011 bem melhor q fechou 2010.

beijos e um ótimo dia!!

Giuliana: disse...

Quando a vida desanda para que nunca vai endireitar, mas aos poucos ela vai entrando nos eixos, nada pode permanecer para sempre, principalmente as partes tristes e dolorosas da vida.

Força!

Beijos

Bel disse...

Pat, eu só não assino embaixo, pq tenho minhas restrições em usar termos do sagrado, mas na essência... tô junto, amiga!
Ô aninho que começou "pocando"!...

Eliene Vila Nova disse...

menina as vezes tudo enrola mesmo,rsrs
ah eu preciso urgente fazer dieta,mas sem coragem total,rsrs
e amiga tenha fé,vai dar tdo certo.
Beijos

Matheus Farizatto disse...

Atirou pedra e acertou no SACO!