20 de ago de 2011

Sonhos Perdidos

Quando completou a idade que a vó achava que era suficiente para entender o mundo, ouviu: mantenha os sonhos sob controle. Não deixe que eles dominem sua vida, por que não dá para caminhar em nuvens. Nem os abandone em armários gris, por que sem eles, impossível enxergar as cores. 

E ela, que tinha a idade onde se acha certeza de todas as respostas, deu um muxoxo e seguiu em frente. 

Lembrou disso hoje, ao abrir os armários e achar, encolhidos, amassados, quase transparentes de tão antigos, os sonhos perdidos ao longo dos anos.

3 comentários:

Ingrid disse...

oi querida...lindo!!

Tb me sinto assim hj!

bjs

Lin Sousa disse...

olá , lendo isso lembro que tb eu deixo meus sonhos no armários , mas ao contrário , estão todos penduradinhos e qdo abro o armário sorriem p/mim e me lembram que sonhar é permitido e concretizá-los , possível ..eu sorrio de volta e fecho a porta .. mas eu volto mais tarde pra conversar com meus sonhos .. bjks LIN

Suzete Retti disse...

Oi Patricia,
que texto lindo e nos lembram de tantas coisas que deixamos para depois e o depois nunca chega, porque temos novas perspectivas de sonhos. Lindo Domingo para vc. Bjs.