20 de abr de 2011

A Calça

Tudo estava indo mais ou menos, até a hora da calça. O que está acontecendo? Que calças são essas que estão sendo vendidas por aí?

- Querida, tem essa calça no número 48?

A vendedora me olhou como se fosse anomalia. Número 48? Fez questão de repetir, acrescentando uma exclamação no final da interrogação. Meio constrangida, confirmei o pedido. E fiquei aguardando ela ir até o estoque, quase imaginando o dialogo dela com a gerente:

- Está vendo aquela mulher ali? Ela quer número 48!
- Número 48?! Que absurdo! Será que ela não sabe que é proibido?
- E o que faço?
- Ah! Dá esse 46 aqui e diz que é tamanho grande.

Ela volta, com uma calça 46, que só no olho, vejo que não passará da minha coxa esquerda, mas tudo bem. Decido tentar.

O vestiário é quente, apertado e com uma cortina que não fecha. Ou melhor, fecha se eu não entrar. Espremo-me de qualquer jeito, fazendo malabarismo para tirar a roupa e vestir a calça, enquanto seguro a cortina. Lá pelas tantas desisto, minha bunda ficando do lado de fora E só consigo pensar que ainda bem que resolvi colocar uma calcinha decente.

Olhando meu corpo nu no espelho da cabine, penso seriamente em desistir da calça e comprar uma gilete, para cortar os pulsos, é claro.

Provadores tem como característica uma perfeita combinação de luz e visão que permitem enxergar cada celulite e varizes que a gente negava tão veementemente a existência. Na verdade, ali, naquela cabine apertada, tenho consciência de cada célula adiposa do meu corpo.

Com dificuldade, consigo colocar a calça. Ou melhor, quase. Pois a calça não passa do meu quadril. Volto à vendedora.

- Essa calça está com defeito.
- Como?
- O cós, está muito curto, olha só. Não chega até a cintura...

Novo olhar de "essa mulher é louca!"

- Esse é o modelo dela...

- Mas, minha calcinha fica aparecendo. Ou melhor, meus pêlos pubianos ficam aparecendo! Será que não tem um outro modelo, mais tradicional?
- Querida, por que você não vai a uma loja especializada?
(- Especializada em quê? Em atendimento ao cliente?)
- E que a nossa loja não costuma ter roupas assim, - faz uma pausa, na qual eu bem poderia enforcá-la – para pessoas assim, como você...
- Como eu, como? - dou uma olhada nos meus braços e pernas. - O que eu tenho de diferente?
- É que a senhora é assim, sabe, meio gordinha e a loja não costuma ter produtos para pessoas assim... sabe...

E, é nessas horas que você saca o seu melhor sorriso, dá uma boa sacudida nos cabelos e diz, entredentes:

- Interessante, mas tem roupas para pessoas, tipo assim... você?
- Eu? tipo eu, como? - ela pergunta, insegura.
- Tipo assim, idiotas.

E saio, sem a calça, mas me sentindo quilos mais leve.

13 comentários:

Terla disse...

haaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaahahahahahahahahahahaha bem feito... vendedora cretina!

eu ando numa fase que nenhuma calça entra, uma tristeza. só vou comprar outras quando deixar de ser esse tipo de gente... gordinha.

adorei. beijoca

♥ Carine Calé ♥ disse...

adorei!!!

bjsss
Carine

Fernanda Reali disse...

Odeio que maltratem vendedores, mas odeio mais ainda vendedores arrogantes. Ninguém merece aturar isso!

beijoooo

Keilla Colombo disse...

Olá flor, acabei de chegar e de cara já amei o seu blog....
Concordo com a fer reali, e adorei a maneira que vc redigiu o texto...

Bjão e um ótimo feriado!!!

Beto Ribeiro disse...

Olá Patrícia!!!

Foi 10!!!
Perfeito, que direta hein?! kkkk

Ótimo texto, parabéns!

Bjs grande.

Beto!

Mariana Luiza disse...

Clap clap clap.
É tudo o que essas pessoas merecem ouvir.

Sonia disse...

Sempre leio o Blog, nunca tinha comentado, mas precisava dizer:
blogueira 10 x vendedora 0
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Bem dizia minha vó, "Quam fala o que quer, ouve o que não quer".
huashuahuasg=huashuhauahasss= (peraí, deixa eu rir mais um pouquinho)
huashuhasuhuashuahaushashas

Palavras Vagabundas disse...

Gente assim como eu, normal. Sou brasileira tenho bunda, coxa e peito, rs
O probelma está em que as confecções economizam no pano, compram moldes prontos e em vendedoras despreparadas.
bjs
Jussara

Tays Rocha disse...

kkkkkkkkkkkkkkkk me rachando de rir aqui, uma vez uma vendedora me disse... teu quadril é meio largo... eu disse, não eu tenho bunda mesmo, tenho curvas de sobra prá dar e vender, meu quadril é de 106 cm de pura carne gostosa... kkkkkkkkkkkkkk #odio

Beijo amiga ♥

Lin Sousa disse...

olá, passo por essa dificuldade e te sugiro ir na riachuelo e na Bia ( nao sei se tem no rio , tem em |Niteroi) . pq não tenho cara de dar essa resposta pq sou uma boba .. mas adorei .. odeio essas vendedoras q nos olham como se fossemos seres de outro mundo .. daí q só compro em loja tipo riachuelo pq nao tem vendedora te enchendo o saco .. bjks LIN

Giuliana: disse...

Ahahaha! Adorei! ;oD

Pegarei emprestado essa resposta para uma futura necessidade. Detesto quando vendedores não sabem nos tratar bem, e isso é uma constante. Infelizmente!

Onde somos diferentes? Só porque somos mais gostosas? haha

Beijos

Elaine disse...

rsrs... Muito bom!

VELOSO disse...

Lady Garça disse "eu temho PENA de vocês" Se caminhar é preciso vou caminhar por aqui gostei e já dei uma boa revirada nos seus escritos. Tudo de bom em tudo e sempre!