27 de out de 2008

Segunda-feira

Segunda-feira é dia de nostalgia. Mesmo com sol, reveste-se de melancolias. Dia de recomeçar. É na segunda que a gente se percebe mais velho. Que rugas antes nunca vistas parecem saltar diante de nossas retinas. Que fios brancos cansados do anonimato da henna, mesclam-se a cor de nossos cabelos.

É na segunda que a saudade da infância bate mais forte. Que as escolhas não feitas, no passado, tornam-se mais dolorosas. A gente amanhece com gosto de lembranças, a alma mais frágil. O abismo mais perto.

Segunda é dia de decisão! É o dia de começar dietas, de parar de fumar, de procurar um novo emprego. De voltar a estudar. De recomeçar aquele projeto, tantas vezes abandonado. De tentar mais uma vez. Sempre. Por que sempre tentamos mais uma vez, às segundas.

Dia de sentir um vazio no peito. Prenúncio de uma depressão que, talvez morra ao cair da noite, quando percebemos que a segunda já se foi, e que tudo que nos resta é continuar. Apostando que na próxima segunda, tudo irá ser diferente.

4 comentários:

Bel disse...

Eu fui "lá" e não vi o passo-a-passo... eu tô doida?
:*

Ingridi Kroeger disse...

ain, eh por isso q eu odeio segunda
hehe beijo xD

Jéssica disse...

Segunda é o dia de "Eu juro que vou..." Mas nem sempre cumpre. Dia de promessas ;)

;**

batatatransgenica disse...

esperto foi quem compartimentou o tempo.
;)